PALAVRAS DO SID

Idéias e ideais de quem não quer ser igual.

Anotação.

Posted on terça-feira, 10 de agosto de 2010 by Marcelo Augusto | 4 comentários
Marcadores: , , ,

Ontem foi uma aula sensacional, tudo que eu queria "tentar" expressar a respeito das musicas, o meu grande professor Bruno de Sociologia explicou.

Bom, ao longo do tempo houveram "movimentos" musicais onde suas musicas eram contestadoras, ou seja, lutavam a favor ou contra alguma coisa, por exemplo o punk rock que foi o movimento que contestou o consumismo, o "American way of life" propriamente dito, onde os caras se recusavam comprar sem necessidade e usavam tuas roupas até não dar mais, e tuas letras criticam todo esse circulo capitalista.

Outros movimentos citados são o rap e o hip hop, ondem eles têm um papel fundamental não só nas comunidades mais pobres, mas sim, em toda a sociedade, pois criticam e apontam diretamente as falhas que existem na sociedade e no sistema.

Porém com o passar do tempo tudo tem mudado, afinal, você vê alguma banda contestadora nos dias de hoje?

Claro, temos bandas que exercem esse papel, porém, são minoria, pois as bandas de hoje são fruto do capitalismo, muitas das vezes sem fim nenhum, apenas a geração de lucro ($)

Foi aí que entramos no ponto chave!

Os adolescentes, aliás, não só eles, mas praticamente todo mundo, acha isso lindo! (ironia)

Enquanto as industrias, corporação, governo e todo o resto desse sistema está nos passando a perna, as pessoas ao invés de ouvirem algo que expresse essa revolta e essa indignação, vão ouvir musicas que se quer se importam com o fim disso tudo.

Vamos lá, veja você mesmo, pegue o ano 2000 e anote todas as bandas e todos os tipos de musica que surgiram de lá até aqui, quantos deles contestam alguma coisa?

Percebeu o nível da situação?
A musica agora serve pra alienar as pessoas, pra sustentar o consumismo e o capitalismo, e pode ter certeza, é mais fácil ver bandas com musicas "nada a ver" e que usam somente roupas de "marca" na TV, do que ver um rapper de chinélo denunciando todas as falhas do nosso sistema

4 comentários:

Victor Fernandes Rodrigues disse...

e o mais incrivel é que isso é papo de gente chata, recalcada e com dor de cotovelo.

revoltados? risos

sid disse...

Revolta, sim, sinto uma revolta contra o sistema, e bem por isso prefiro escutar coisas que expressem isso.

Binhoo Deschanel disse...

Sid, axo q tas certo sim, mas temos que pensar tambem nos estilos de musica, por exemplo, o mlk nao vai cantar sertanejo com a letra q seria de um rap...

e outra coisa, é que hoje em dia, as bandas teem feito musicas apenas pra entreter a população, musicas q eles gostem, como o nx0, no começo els eram emo, e todo mundo gostava(eu nao) mas ai eles foram mudando e agora ta pouca coisa melhor...

mesmo assim teu post ficou nota 10 (Y)

sid disse...

Então meu, eu generalizei bastante, mas você tem que ver que o sertanejo ta com essa temática desde que surgiu, assim como essas bandas novas, oq eu to dizendo é sobre as pessoas que escutam e não as pessoas que fazem a musica.

Postar um comentário